terça-feira, 18 de julho de 2017

Jagten - A Caça: a sacralização da criança

Escrito pela Psicóloga Fernanda Guimarães e pelo Especialista em Sociologia Roberto Guimarães.


AVISO: o texto abaixo contém SPOILERS

O filme A Caça aborda a história de um professor que é acusado de ter abusado de sua aluna, a filha de seu melhor amigo. A menina, de apenas 5 anos de idade, encantada pelo professor afetuoso, beija-o na boca e é repreendida por ele.
Frustrada, conta para a diretora uma versão distorcida da história, fruto de uma combinação do fato com elementos de uma conversa “adulta” que ela ouviu, por acaso, entre seu pai e o professor. Imediatamente a notícia se espalha pela pequena comunidade e o abuso da menina pelo professor é tomado como verdade absoluta. Curiosamente, a única evidência de que dispõem os pretensos juízes é o discurso da criança, que foi recolhido em entrevistas altamente sugestivas.
Isso levanta algumas questões. Existe uma tendência nos adultos em enxergar a criança como uma figura angelical, desprovida de maldade. 

Todas as imagens utilizadas nos artigos foram extraídas do Google Imagens